Cronograma Capilar: Hidratação, nutrição e reconstrução

- 8/10/2012
       

       Oi gente, hoje vou falar sobre o Cronograma capilar, explicar o que é a técnica e também como segui-la. 

       O que é o cronograma capilar?

O cronograma capilar consiste em fazer uma série de diferentes tratamentos, na frequência que o cabelo precisar.

Ele é divido em 3 fases : Hidratação, nutrição e reconstrução

Quem deve fazer o cronograma?

O cronograma é indicado para todos os tipos de cabelo, e principalmente para quem faz uso de alguma química como coloração, descoloração, escova progressiva, alisamento, relaxamento, e etc.

As fases do cronograma

Hidratação:





      
Hidratação nada mais é que reposição hídrica, ou seja quando hidratamos nossos fios estamos repondo água.  Nosso cabelo é tecido morto a parte viva se encontra no bulbo na derme do couro cabeludo,  essa parte viva é suscetível  a questões alimentares, ou seja se nos alimentamos bem e ingerimos água , estamos beneficiando as células do bulbo e nossos fios crescem fortes e saudáveis. Porém isso não ocorre ao longo dos nossos fios, sendo assim precisamos hidratar a “parte morta” com cremes e cosméticos, estes repõem a água perdida aos cabelos.

Exemplos de ingredientes hidratantes: Aloe e vera, Pantenol (d’pantenol ou bepantol), Semi di Lino, Cupuaçu, água de coco, etc.
 


Nutrição:



Nutrição é reposição de nutrientes, nesse caso, por convenção utilizamos o termo nutrição para tratar da reposição lipídica, ou seja, gorduras. Os lipídios são compostos naturalmente presentes nos cabelos e possuem importante papel nas suas propriedades.
As glândulas sebáceas do couro cabeludo produzem lipídeos (cuja função é impermeabilizar os cabelos, deixando-os macios, flexíveis e brilhantes). A produção das glândulas sebáceas, somada á proteção das glândulas sudoríparas e mais os resíduos da desintegração da epiderme, compõem o manto hidrolipídico, que é um fator de proteção a pele do couro cabeludo.
Os lipídeos formam uma camada protetora nos fios, eles não interagem com a água, justamente por essa propriedade impedem que a mesma saia dos fios.  Logo a nutrição é uma forma de manter a hidratação nos cabelos, e manter outros nutrientes presentes nos fios, essa camada de proteção deixa as cutículas alinhadas e confere um brilho saudável aos cabelos.
Exemplos de ingredientes nutritivos: Manteiga de karité,  manteiga de cacau, óleo de argan, óleo de coco e mais um infinidade de  óleos e manteigas.


Reconstrução:





Reconstrução é reposição proteica, ou seja reposição de proteínas, principalmente de queratina.
O cabelo é uma haste fibrosa, formada por células mortas compostas de uma proteína chamada queratina. A queratina é uma proteína de função estrutural, ou seja é uma proteína que participa do tecido, dando-lhes rigidez e consistência. Formando a estrutura do fio mesmo, por isso chamamos essa etapa de reconstrução, pois depositando proteínas nos fios estamos reconstruindo a estrutura dos nossos cabelos. Falei mais sobre a estrutura do fio aqui. 

Os processos químicos e o uso frequente de escova e chapinha danificam a estrutura dos nossos fios, formando pequenas fissuras nos nossos cabelos, com isso danificamos a estrutura do cabelo. Por isso essa etapa é muito indicada para cabelos danificados.

Essa etapa também é uma etapa em que se deve ter muito cuidado, pois o excesso de queratina é prejudicial aos fios, ou seja quando se usa queratina em um cabelo que não está precisando, o cabelo fica duro e quebradiço. Pensa comigo, se um fio tem fissuras a queratina vai preencher essas fissuras e o cabelo vai receber o tratamento muito bem, agora se o fio não tem fissuras e colocamos queratina dele, o fio vai ficar duro (lembra que falei ali em cima que a queratina confere rigidez aos fios?) e quebradiço.

Outra coisa muito importante é que para o cabelo receber queratina ele deve ser previamente tratado com hidratações e nutrições, isso é extremamente importante. Por isso existe o cronograma para que você monte uma rotina de cuidado e dê ao cabelo o que ele necessita.

Exemplos de ingredientes: Queratina hidrolisada, proteína do trigo hidrolisada, proteína de soja hidrolisada e aminoácidos (aminoácidos são os formadores das proteínas, simplificando é como se fossem os tijolinhos que formam as proteínas) como a cisteína, arginina e etc.

Como montar um cronograma?

Cada pessoa cria seu próprio cronograma de acordo com as necessidades do próprio do fio. Basta apenas separar as máscaras que possuímos em casa de acordo com os ativos, inseri-las nas determinadas fases do cronograma.
Sei que pode parecer complicado, mas acredite não é. Com o tempo a gente vai pegando prática, existe um grupo no facebook onde ajudamos as pessoas a classificarem suas máscaras e a montar o próprio cronograma também.

Quem quiser saber um pouco mais sobre cronograma capilar tem um post aqui do               Felipe, aqui da Carla do Eu amo cabelo. 

Falei sobre as exceções do cronograma capilar aqui, e também dei dicas sobre máscaras para o cronograma aqui.

Qualquer duvida deixem nos comentários   

Obrigada a todos e  Beijos!!!


14 comentários:

Ellen Ramos on 10 de agosto de 2012 14:05 disse...

Legal nunca é demais saber sobre cronograma capilar.

Bjoss

Fefa on 10 de agosto de 2012 17:26 disse...

Carolina, adorei. Não canso de ler sobre o cronograma, cada dica enriquece o "movimento" ahahha. Ótimo post, como sempre. :n

Acredita que a minha maior dificuldade está sendo a fase de hidratação? estou em fase de testes, mas está difícil eleger "a máscara". Por enquanto, está ganhando a leite e mel da Haskell e jaborandi da Bioextractus.

carolina barbosa on 10 de agosto de 2012 17:53 disse...

Ellen, obrigada pela visita, tbm adoro ler sobre cronograma. :a

Fefa, a dificuldade em classificar as máscaras é normal, até porque algumas são mais dificeis msm de classicar, semana que vem vou escrever um post sobre esse tipo de máscara. To com vontade de testar algo da haskell essa Leite e mel é boa msm? Acho que vou investir nela. Obrigada pela visita :a

Elaine Souza on 10 de agosto de 2012 18:23 disse...

Ameei o post.
E faço o Cronograma já faz um tempo..antes eu não tinha essa rotina de nutrir, reconstruir..mas hidratava semanalmente..Agora estou seguindo direitinho, na ordem das hidratação..e meus cabelos respondem super bem!
Beijos!

Amanda Mércuri on 10 de agosto de 2012 23:48 disse...

Muito interessante esse post! Mas vou te contar que é complicado de achar produtos bons para o meu cabelo - Que é mega oleoso. Assim fica mais difícil de montar um cronograma!

Bom final de semana pra você, Carolina! ;D

Beijo! ^^

carolina barbosa on 11 de agosto de 2012 01:41 disse...

Elaine, notamos a diferença né? Quando seguimos o cronograma. obrigada pela visita :a

Amanda, a algum tempo atrás era ainda mais dificil achar produtos para cabeloso oleosos, mas agora algumas marcas estão inovando bem. A natura por exemplo, tem uma linha muito boa para cabelos oleosos. É mais dificil de achar, mas quando seguimos o cronograma nossos fios agradecem muito. obrigada pela visita :a

Suh♥ on 11 de agosto de 2012 11:18 disse...

Adorei essas dicas,vou segui-las.Vim conhecer seu blog hoje e gostei muito e já estou seguindo,agradeço se puder retribuir...espero sua visitnha lá.Bjs e sucesso!!
http://sumorenaflor.blogspot.com.br/
Susy Mara*Suh

PRODUTINHOS NO CABELO AND MAKEUPS on 12 de agosto de 2012 13:05 disse...

Boas explicações Carol!

Beijos
Lucy

CarolCanal on 13 de agosto de 2012 19:15 disse...

Eu já tenho o meu montado, mas ás vezes não dá tempo de fazer direitinho.. :/

contemrimel.blogspot.com.br/

Beijoss

Erica Carvalho on 21 de agosto de 2012 23:17 disse...

Nossa, adorei as dicas!!!

ericatutty.blogspot.com

gravataborbolleta on 31 de janeiro de 2013 21:17 disse...

Eu queria saber como classifico uma das minhas máscaras, ela tem jaborandi,alecrim,vitamina A,B e E. É uma máscara pra ajudar no crescimento do cabelo e controlar a queda, se puder me ajudar a classificar,agradeço! Beijos

Érika Chini on 13 de abril de 2013 19:11 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érika Chini on 13 de abril de 2013 19:13 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lícia Coelho on 24 de abril de 2013 22:36 disse...

Adorei seu blog, realmente era tudo o que eu queria: avaliações e justificativas científicas para tratamentos capilares!!! Estou cansada de produtos empurrados por cabelereiros que não entendem de bioquímica e estrutura dos fios de cabelo. Você me convenceu. Iniciarei um cronograma.

Postar um comentário

 

Química dos Cabelos Adaptação Cakes Hill